Geraldo Magela de Oliveira

Contato

Alguém está a bater Á PORTA - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

Alguém está a bater À PORTA

Olá,

Em Apocalipse 3:20 está escrito "Eis que estou à porta, e bato, se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa e com ele cearei, e ele comigo." O Senhor tem batido à nossa porta inúmeras vezes durante nossa trajetória. Por muitas vezes ao dia Ele tem feito isso e nem sempre ouvimos esta voz. Teimamos em dizer em alto e bom som a todos ao nosso redor, que somos servos de D'us e cumprimos os seus preceitos. Porém, será que tem sido assim mesmo? Será que temos sido realmente servos D'Ele? Tenho me posto a pensar a que ponto chegamos. De não ver ou sentir mais as manifestações diárias de D'us em nossas vidas. Será que é por causa do dia a dia corrido? Ou seria a nossa capacidade de percepção que está a diminuir com a chegada dos anos? Creio eu, que é mesmo a frieza que está a se instalar sorrateiramente em nossos corações. Creio que nos falta calor humano e amor ao próximo. Muitos poderiam se perguntar. O que tem a frieza e o desamor com o texto citado? Em minha opinião tem tudo a ver. Neste período que passamos, a temperatura está cada dia mais alta em virtude do término do inverno e a chegada da primavera. Porém me pergunto quantos que saímos com agasalhos e roupas que não usamos mais em nossos carros para que caso tivéssemos visto algum necessitado lhes ofertamos algo para lhe aquecer o dia? E mesmo fora do inverno, quantas refeições deixamos de oferecer a quem passa fome? Quantas vezes, na porta de supermercados e padarias nos deparamos com alguém faminto? E alguma vez nós oferecemos comida, um pãozinho com manteiga, um achocolatado ou mesmo um cafezinho a esta pessoa? Isso sem falar de uma palavra amiga ou um versículo bíblico. Infelizmente, fazemos parte de uma geração hipócrita e dura de coração. Preocupamo-nos somente com nós mesmos. Uns ainda dizem que levaram uma oferta generosa na igreja, como se isto bastasse. Não é somente nosso dinheiro que trará alegria e sustento a estas pessoas. Elas precisam de carinho, afeto, atenção e de nossos gestos de amor. Muitos deles precisam somente ser ouvidos. Por isso digo em alto e bom som, estas pessoas são O Senhor batendo à nossa porta, cabe a cada um de nós ouvir esta voz e abrir nosso coração para aqueles que necessitam possam entrar e cear com O Mestre. Deixemos que Ele entre em nossas vidas e que toda a frieza e dureza de coração simplesmente saiam de nossas vidas. Assim, completamente quebrantados pelo Amor do Pai, serviremos a Ele da maneira que Ele merece. Com toda a plenitude de nosso ser e nosso entendimento e com um coração cheio de amor e carinho.

Porque N'Ele está minha esperança de ser alguém melhor.